14 de out de 2011

COMPLEXO DE CAPIVARA

Como explicar o inexplicável?
 "Procurar desculpas" para justificar uma derrota é tão antiga quanto o jogo!  É lógico que no XADREZ de elite isso  praticamente não existe mas nos níveis "kapivarísticos" (!) é bastante comum... Porque o jogador de baixo nível  argumenta tanto? Já ouvi de tudo: não dormi bem, tava cansado, inverti uma jogada, cheguei atrasado, entre dezenas e dezenas..... Sem dúvida, o que mais se ouve (entre o XADREZ de baixo nível - fique claro isso)  é o famoso: TAVA GANHO MAIS PERDI... Como pode? Se tava ganho? Então não tava? Mais tava demais... E aí o papo se estende.... Porque o glorioso Kapivara reluta em aceitar os próprios erros e despreparo somados à incompetência? Um Grande Mestre do passado disse: "só um jogador forte sabe o quão  fraco seu jogo é"...  Kasparov certa vez: "O xadrez é o mais violento dos esportes"...  Perder implica em trabalhar limites, superar-se, absorver a derrota. Os GMs dedicam horas tentando entender o momentâneo "apagão" que culminou sua derrota... Não é fácil. Em outros esportes vários motivos explicam uma derrota no XADREZ não, somos os únicos culpados portanto é cômodo creditar esse momento à um fator externo, aliviando a própria dor! De qualquer forma, admitir a derrota é uma clara demonstração de auto crítica construtiva, fruto evidente de uma compreenção e crescimento no XADREZ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário