1 de jan de 2012

XADREZ - EVOLUÇÃO/ESCOLAS...


Melhora-se no XADREZ conhecendo
 sua história/evolução...
O XADREZ evoluiu muito através dos séculos, os grandes jogadores reformularam maneiras de jogar, criaram métodos, mudaram interpretações das fases de uma partida e portanto, as ESCOLAS de XADREZ poderiam ser chamadas de um conjunto de características inspiradas por "gênios"  de sua época, acrescentando ideias e descobertas, descartando o "que não serve mais" num processo evolutivo.
1)Escola ARCAICA O início, época de Ruy López(séc. XV).
2)Escola CLÁSSICA – Valorização dos peões e tem por base a cilada. O Francês Philidor (1747) é o seu pioneiro.
3)Escola ROMÂNTICA – Inicia em 1820, com Evans Adolf Anderssen  seus expoentes. Sua característica são os ataques diretos ao Rei com sacrifícios. Toda combinação tem por objetivo a culminação do mate.
 4)Escola do DESENVOLVIMENTO – O americano P.Morphy (1857). O rápido e eficaz desenvolvimento de forças no jogo com colunas e diagonais abertas deve se impor. É a luta do Tempo e Espaço contra  Material,  a potência interna brinda cada posição.
 5)Escola MODERNA POSICIONAL – Steinitz introduz o jogo de trincheiras. Ele reuniu as teorias de Xadrez que deram base a escola moderna. O Rei deixa de ser o primeiro objetivo para converte-se no último.
6)Escola MODERNA CIENTÍFICA Tarrasch, discípulo/seguidor das teorias Steinitz. Estabelece no jogo de posição  uma característica científicaAcumulação de pequenas vantagens, para conseguir uma lenta porém segura vitória.
7)Escola MODERNA PSICOLÓGICA – E. Lasker, implantou um jogo  psicológico, baseado no estudo do adversário para realizar  não a jogada melhor, senão aquela jogada ocasional que mais possa incomodar o oponente, com o que conseguiu magníficas vitórias.
8)Escola DA COMBATIVIDADE  Pillsbury (1895)  impôs o ataque em qualquer posição e a qualquer preço. Depois lhe seguiram MarshallSpielman, etc. As Partidas desta escola são de violência extrema.
9)Escola DEFENSIVA – O húngaro Maroczy (1902) implantou a defesa como arma de combateQuando a defesa é eficaz não existe ataque que possa rompê-la. Conseguiu muitos triunfos e  empates. Entretanto não teve muitos adeptos, pelo que se pode afirmar que a arte defensiva foi única em Maroczy.
 10)Escola DA SIMPLIFICAÇÃO Capablanca (1911), foi único neste jogo simples, porém genial. Sua política consistia em provocar  trocas de peões ou peças vantajosasdentro de um jogo diáfano e lógico.
 11)Escola NEO-ROMÂNTICA – Combinação e o ataque conjugados com o jogo de posição deu lugar a esta nova escola cujo cume foi marcado pelo Grande Mestre Russo A. Alekhine.  Por regra geral, a combinação não tem por finalidade a produção do mate, senão o ganho material ou a vantagem posicional, e os ataques se dirigem contra pontos débeis do adversário.
 12)Escola HIPERMODERNA – As teorias de Breyer (1920) seguidas por Réti e Ninzowitch, puseram sobre o tabuleiro um jogo de Bloqueio, caracterizado pelo domínio do Centro sem ocupaçãoação indiretajogo cerrado com manobras internasbispos atuando desde os flancos (Bispo na casa g2 por exemplo.) e cadeias de peões sobre tensão.
 13)Escola POSITIVISTA Em 1930 Kashdan surpreende com seu jogo sólido e eficaz em que não se arrisca nunca nadaA Escola Posicional chega ao cume em sua inexpugnabilidade, mas criando jogo, destruindo o do adversário.
 14)Escola ECLÉTICA – Botvinnik e outros. Aprecia-se uma nova concepção de jogo que recompila todas as escolas. Os estilos se unem em conjunto heterogêneo, porém harmônico, abrindo novos horizontes e Teorias no Jogo.
Bibliografia: “Vademecum de Ajedrez” de Júlio Ganzo –Editora Ricardo Aguilera

Nenhum comentário:

Postar um comentário