25 de dez de 2011

VOCÊ GOSTA DO QUÊ?


  Perguntado certa vez: qual peça você prefere(?), o lendário BOBBY FISCHER prontamente respondeu: "com a que ganha na posição"(!). Como é sabido, os Grandes Mestres atuais conhecem a fundo os segredos do jogo mas o XADREZ é infinito, inesgotável, seu dinamismo e  faces artística e científica  posicionam  grandes jogadores  e SUPER  jogadores! O Norueguês MAGNUS CARLSEN (n° 1 do mundo)  foi questionado sobre algumas questões e auto-definições numa entrevista, confira suas respostas(simplesmente ele não dá pistas)!

Você se define mestre  estrategista?- Eu me chamaria um otimista! Na verdade, não tenho preferência ou destaque no xadrez. Faço o que as circunstâncias  exigem: atacar, defender ou ir para o fim do jogo. Ter uma preferência é ter uma fraqueza.- Poderia comparar seus sentimentos após a vitória no final de jogo sutil ou um ataque de furacão? O prazer é igual?- Eu realmente não sei o que eu mais gosto sobre xadrez !  Quando você percebe que ele criou algo realmente vale a pena ... Mas isso acontece muito raramente.- Bem, quando você é apenas um espectador, qual fase você mais gosta?- Eu não sei. Interesso-me na luta como um todo .- Você tem um jogador favorito ? Isto é muito útil - É preciso estudar a maior parte dos grandes jogadores e não apenas os Campeões mundiais, também aqueles que chegaram perto do título.- Existe  um grupo de jogadores cujas partidas você prefere? Há muitos, mas favoritos  não. Eu olhei  centenas de partidas, e todas tem algo a ensinar: provavelmente por causa disso eu não quero apontar um.  -Algum jogador de xadrez exerce efeito  no seu jogo? Não  diretamente ou não tanto que eu gostaria que o fizesse. Eu simplesmente vi que jogadores diferentes são capazes de fazer coisas diferentes também. 
 Entre vários assuntos, Carlsen comenta ainda sobre sua decisão de não jogar a final do mundial, seu atual desempenho e motivação, o profissionalismo e o futuro,  programas de Xadrez, o treinamento com Kasparov, hobbyes, relação Xadrez e Pôker, etc... interessante "bate-papo" à  EUGENE ATAR, do Chesspro - Crédito-CHESSBASE

Nenhum comentário:

Postar um comentário